O que te move no futebol?

Estou aqui para te perguntar, de torcedora para torcedor(a), o que te move no futebol? O que te faz amar o esporte? O que te faz mudar a rotina de um dia inteiro para poder ir a um jogo ou mesmo assistir pela televisão? O que te faz gastar tempo e dinheiro com o seu time do coração? Eu respondo por mim: amor! Assim, simples e puro.

Ah, mas isso é exagero… Não, não é! E se você acha muito, então você não gosta de futebol e tão pouco entende a loucura que é amar um time a ponto de quase surtar (risos). Acompanhando cada notícia, ficando ansiosa a cada jogo, explodindo a cada gol, chorando a cada derrota, essa forma de amar que me motiva.

É certo que temos o lado ruim, que infelizmente precisamos falar. São dois fantasmas que assombram não somente o país, mas também o futebol: a corrupção e a violência. Não é de hoje que, infelizmente, vivemos essas duas situações, e espero que isso se resolva da forma mais justa possível. Porque o futebol é um esporte maravilhoso, que une as pessoas, ajuda o próximo e traz emoções únicas a quem convive com ele.

Existem laços fortes criados pelo futebol que vão além de qualquer situação. Podemos falar de sonhos, conquistas, ultrapassar barreiras e preconceitos. Desde o torcedor até o jogador, técnico ou árbitro, todos tem sonhos e metas, e devemos respeitá-los. Quantas crianças podemos ver que sonham em jogar bola ou apitar um jogo, que sonham em ser um astro do futebol e se espelham em seus ídolos?! A frase que virou bordão, “não é só futebol”, não virou à toa. Sabemos que o futebol envolve muito dinheiro, mas também sabemos que envolve vidas e sonhos, conquistas e exemplos admiráveis.

Falando por mim, que assisto todos os jogos possíveis de todos os níveis, sou alucinada pela Copa do Mundo e todos os campeonatos que existirem no mundo do futebol, acompanho meu time onde ele estiver, e o principal, como ele estiver – vale para nossa Seleção Brasileira também –, sei que passamos fortes emoções, desde um sentimento inexplicável como na hora de um gol decisivo até um sentimento devastador de uma derrota, eliminação ou rebaixamento.

São marcas que se eternizam na vida de um torcedor, são emoções que se unem em uma multidão que está ali pelo mesmo objetivo, pela mesma paixão. E vou dizer mais, não é fácil ouvir as críticas que envolvem o futebol e vê-lo sendo depreciado cada dia mais, tanto pelo povo quanto pelas autoridades do próprio esporte.

Sou fã do futebol raiz, do futebol que tem arte e vida, cor e barulho, palavrões e discussões, até porque, o que seria de nós sem as discussões no futebol, não é mesmo? Sem as festas das arquibancadas, sem as provocações aos rivais… Isso é futebol, isso é o torcer! Isso tudo que me motiva a amar e não abandonar esse esporte tão querido por todos nós desde o berço. Tem um provérbio chinês que diz: “me ame quando eu menos merecer, pois é quando eu mais preciso”, e ele se encaixa perfeitamente ao momento em que o futebol brasileiro está passando. E você? O que te motiva no futebol?

Foto: Ueslei Marcelino/Reuters