Neymar Jr's Five tem sua primeira edição com presença feminina e brasileiras levam o título

Nos dias 20 e 21 deste mês foi realizada a etapa final do campeonato mundial Neymar Jr’s Five. O evento realizou sua terceira edição, no Instituto Projeto Neymar Jr., na Praia Grande, litoral paulista, mais uma vez com a presença do jogador, fundador do local e do torneio. Foram atletas de 59 países diferentes, sendo 75 times com duas categorias: mista e feminina. Já é o terceiro ano do evento, mas foi o primeiro que contou com a presença das mulheres na disputa.

Apesar de ser permitido time misto desde a primeira edição, todas as equipes que chegaram à final só tinham homens inscritos. Esse ano, os brasileiros do “Ginga Street” foram eliminados antes da semifinal, mas, em contrapartida, as brasileiras do “Resenha 013”, estreando a categoria, avançaram em todas as etapas e foram as campeãs. Que estreia, né?! Coincidência ou não, todas as meninas da equipe são de Santos, cidade em que Neymar ganhou destaque.

Ao fim da partida, o craque do nosso país e do Paris Saint-Germain falou sobre sua felicidade pela conquista das brasileiras e desejou que o título no torneio seja um exemplo para todas as outras que sonham em ser jogadoras de futebol. “Que o futebol seja mais aberto, não só para o masculino, como para o feminino também. Que seja mais apoiado, mais visto“, declarou Neymar à imprensa. Ele também afirmou que o crescimento da visibilidade do futebol feminino profissional é algo que ainda precisa de atenção, necessita ser trabalhado. “Acho que as pioneiras disso tudo sabem o que elas sofreram. Espero que daqui pra frente isso seja cada vez melhor”, concluiu.

Dar espaço para que elas mostrem seu futebol é o primeiro passo para mudar a realidade dessa modalidade. A divulgação é o essencial, pois não basta ter o produto se não o divulga. As pessoas precisam saber que aquilo ali existe e que tem muita qualidade! Infelizmente, muita gente ainda não sabe que o futebol feminino pode existir numa proporção tão grande quanto o masculino. As pessoas julgam, em grande parte das vezes, por um preconceito com mulheres num meio que, teoricamente, é formado por homens e não enxergam que vai muito além de uma tradição antiga, que venhamos e convenhamos, já ficou lá no passado.

O Neymar Jr’s Five foi só mais um exemplo de pessoas que querem ajudar na luta das meninas por um espaço que elas desejam e que devem ter! A nossa torcida é para que o número da presença feminina aumente ainda mais não só nesse torneio, mas também em todas as oportunidades que surgirem a elas dentro do campo. E, com certeza, torcemos ainda mais para que cresçam essas oportunidades, o futebol feminino merece reconhecimento!