Futebol feminino: mais um gigante entra em campo!

Na última semana o Manchester United apresentou seu mais novo time: a equipe de futebol feminino! Os Red Devils se juntam a outros grandes clubes como Manchester City, Chelsea, Arsenal, Liverpool, Barcelona, PSG, que já investiam na modalidade.

Que o futebol feminino vem crescendo e se desenvolvendo é fato, principalmente na Europa! Lá os jogos já possuem maior visibilidade, mais público presente nos estádios (em alguns campeonatos chegou à média de 30 mil) e, claro, a resposta em campo. À medida que se investe no feminino, há mais possibilidades de evoluir, dentro e fora de campo, e isto começa a aparecer nos jogos, com os belos gols, dribles, videos que mostram suas habilidades. E além de tudo, esse investimento atraem o público, novas possibilidades de mercado e mais, atrai a “conversa” com as mulheres que gostam de futebol!

Como, então, que o clube mais rico do mundo estaria de fora? Seria mais um sinal que vale à pena investir no futebol feminino? Nem vou entrar nessa questão de “vale à pena ou não”, porque isso renderia um outro texto. Mas claro que o United, assim como os outros grandes clubes, sabem desse crescimento do futebol feminino, sabem da importância e da valorização que está cada vez mais presente, não só entre as atletas e seus familiares, mas também entre torcedores. Sabem que mulheres também amam o futebol e também possuem habilidades para jogar!

Por isso mesmo, o United as apresentou como “the new Devils in town” – os novos demônios da cidade, uma alusão ao seu apelido carinhoso “Red Devils”. Clube que já tinham uma importante participação no futebol feminino através de projetos sociais desenvolvidos pela Manchester United Foundation, que organizava programas para meninas jogarem futebol nas escolas e comunidades locais e ainda mantinha uma parceria com a South Manchester Girls Football League, com o desenvolvimento de projetos de iniciação no futebol feminino.

Sobre a equipe feminina, elas serão comandadas por Casey Stoney, treinadora que é ex-zagueira e atuou na comissão técnica da seleção inglesa feminina, e irão disputar a segunda divisão do Campeonato Inglês. Já chegam com o peso de representar este grande clube que tem muita história! Quer saber quem faz parte do grupo feminino?

Goleiras: Siobhan Chamberlain, Emily Ramsey e Fran Bentley
Defensoras: Martha Harris, Alex Greenwood, Amy Turner, Naomi Hartley, Lucy Roberts e Kirsty Smith
Meio-campistas: Aimee Palmer, Mollie Green, Katie Zelem, Charlie Devlin, Lauren James, Lizzie Arnot e Millie Turner
Atacantes: Ella Toone, Jess Sigsworth, Leah Galton, Kirsty Hanson e Ebony Salmon

Divulgação Manchester United