Quebrando o estereótipo

Na última quinta-feira(12), Marta Vieira da Silva foi anunciada como Embaixadora da Boa Vontade pela ONU Mulheres, função que determina o apoio ao empoderamento feminino, cargo de extrema importância, pois fortalece a ideia de trabalhar com mulheres e meninas no esporte. Quando ingressei no Rainhas do Drible fui informada que a principal intenção do grupo é levar emoção para o leitor, mas para que isso ocorra eu tenho que estar envolvida também. Afinal, seria hipocrisia falar de amor ao futebol sem sentir essa paixão.

Hoje me pego olhando para essa imagem abaixo e penso: Era disso que as meninas estavam falando, pois a mesma emoção que Marta está sentindo, eu sinto também. Orgulho descreve, pois exemplos como esse nos incentivam cada vez mais, porque geralmente somos vítimas de preconceito. “O que é impedimento ?”, se você gosta de futebol provavelmente já deve ter ouvido isso, principalmente se for mulher.

Algumas pessoas usam perguntas como essas para nos intimidar, para tentar descobrir se nós realmente sabemos sobre esse esporte. Mas como diz a nossa colunista Mariana Costa “se me perguntar o que é impedimento eu dou um cartão vermelho pro seu machismo”. Boa Mari! Temos que mostrar que não somos superiores aos homens, mas também não somos inferiores, continuaremos a buscar cada vez mais a igualdade, pois o amor ao futebol é livre.

Foto: PNUD