A hegemonia Brasileira na lateral do Real Madrid

(Foto Reuters)

Quem acompanha o futebol Europeu sabe que o Real Madrid é um dos maiores da história e que, inclusive, tem muita torcida no Brasil. Talvez seja porque dois dos maiores laterais esquerdos do mundo são brasileiros e já fizeram história pelo time espanhol, a lateral esquerda dos Galácticos nunca foi tão verde e amarela. O time Merengue contou por 11 temporadas com Roberto Carlos. Dono da lateral esquerda, apresentou uma carreira bem-sucedida conquistando vários títulos e prêmios por sua posição no time espanhol. Após longos anos de sucesso na Espanha, em 2007, Roberto deu adeus ao Real Madrid e deixou uma difícil missão para quem viesse ocupar sua posição.

Mas a hegemonia Brasileira no time espanhol iria continuar. Diretamente do Fluminense, chega Marcelo Vieira da Silva Júnior, ou apenas Marcelo. Por um bom tempo comparado a Roberto Carlos, foi nomeado pelo próprio jogador como herdeiro de sua posição no Real Madrid e na Seleção Brasileira. Marcelo chegou ao Real Madrid como uma promessa e hoje é realidade. Ele é uma das peças chaves de Zidane para o time ser o que é hoje, goleador e de uma objetividade de dar inveja, saiu do Rio de Janeiro para ser um dos maiores laterais do mundo e conseguiu.

Hoje, com mais de dez anos no time espanhol, ganhou vários prêmios individuais que não nos deixam dúvidas de que merece e, claro, a grandiosa Champions League, sonho de todo jogador, e o Mundial de Clubes. Marcelo é irreverente, por mais que sua posição seja lateral-esquerdo, ele joga na defesa e no ataque, o que é bom para os jogadores hoje em dia. Ter várias funções dentro do campo te destaca na multidão.

O fato é que os dois já fizeram história tanto pelo time Merengue, como pela Seleção Brasileira. Hoje, Roberto Carlos sonha em se firmar como treinador e Marcelo sonha em trazer o hexacampeonato para o Brasil. Que os dois consigam atingir suas metas e trazer ainda mais alegria para o povo brasileiro.

FOTO: LUCAS FIGUEIREDO/CBF